ÚLTIMAS NOTÍCIAS

  Circular - 2014-2015   

  NOVO TRCT (01.01.2011)
Conhecer instruções

  Cadastro de Empresas e Escritórios
Acessar Formulário

  Como preencher a GRCSU?
Informações aqui

  Dentista na Sede
Saiba mais...

        BEM-VINDO(A) AO SITE DO SINDEHOT-SBC
PROPOSTA DE TURISMO

        No dia 31 de março passado aconteceu, no Salão Nobre da Prefeitura Municipal de São Bernardo do Campo, a apresentação dos membros da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo da cidade para os sindicalistas do município.
        Como não podia deixar de ser, o SINDEHOT-SBC, com certeza um dos mais interessados em caminhar ombro a ombro com essa Secretaria, até porque representa os trabalhadores no turismo, hospedagem e alimentação, participou ativamente desse evento...



     Fechar aviso e entrar no site


AVISO IMPORTANTE

REAJUSTE SALARIAL DA CATEGORIA

  Infelizmente, até este momento, não conseguimos chegar num acordo para o reajuste salarial da categoria referente ao ano de 2015.

  O sindicato patronal, apesar de ter sugerido uma antecipação de 9,9038%, está irredutível nas demais cláusulas que poderiam ajudar os trabalhadores hoteleiros (inclusive quanto a um aumento real, já que o índice sugerido para a antecipação nada mais é que o INPC).

  Sabemos que a categoria aguarda ansiosa pelo reajuste e tem todo o direito: trabalhou e merece! Mas não se preocupe: o reajuste é retroativo a 1º de outubro, isto é, independente da data que for assinado (Acordo, Dissídio ou Convenção Coletiva), o salário deverá ser reajustado a partir de 01/10/2015 e os atrasados deverão ser pagos de uma só vez!

  A Justiça e o SINDEHOT-SBC entendem que o trabalhador não pode sair perdendo e é exatamente por isso que o reajuste é retroativo a 1º de outubro.

  Assim que tivermos um posicionamento definitivo, este será publicado em primeiro lugar aqui no site, com o que ficou definido e com as explicações necessárias.

  A situação do país não está boa, mas os empregados dão o seu melhor para que as empresas se mantenham bem no mercado e merecem um aumento salarial digno!

  Vamos aguardar que o sindicato patronal entenda a situação dos empregados ou, caso isso não seja possível, que a Justiça faça o melhor pela nossa categoria.


· Webmail ·